"Diz-me e eu esquecerei, ensina-me e eu lembrar-me-ei, envolva-me e eu aprenderei." Benjamin Franklin

sábado, 21 de dezembro de 2013

sábado, 7 de dezembro de 2013

Três boas dicas aos professores para que seus alunos saibam utilizar as tecnologias


A cidadania digital é um dos termos mais utilizados no mundo educativo. Isso porque, uma grande preocupação que surgiu juntamente com o uso das tecnologias na sala de aula foi a falta de ética no âmbito on-line e o mau uso das redes. Se você quer evitar esses problemas, confira 3 dicas para construir a cidadania digital e ser bem sucedido na utilização do método como forma de ensino:
1. Sempre incentive o bom comportamento
Os alunos sempre vão se espelhar nos adultos. Eles observam como tratamos uns aos outros e a nossa forma de nos envolvermos com o mundo. Por esse motivo, sempre incentive o bom comportamento e seja o tipo de professor pelo qual vale a pena ser inspirado.

2. Discuta abertamente a etiqueta online
Existem algumas regras de etiqueta que devem ser seguidas no mundo on-line. Discuta esses hábitos abertamente com os seus alunos e explique quais são os problemas que podem ser evitados se eles se comportarem de maneira ideal na internet.

3. Incorpore as redes sociais nas suas aulas
Incorporar as redes sociais nas suas aulas é uma ótima forma de colocar as dicas anteriores em prática. Assim, você poderá exemplificar aos seus alunos o que é a etiqueta on-line, e não apenas falar sobre isso.

Publicado em Educação e Tecnologia

POSTADO POR: Professor Cláudio Delfino

terça-feira, 26 de novembro de 2013

UM APANHADO DE SITES PARA VOCÊS!


Olá, pessoal!

Reunimos nesta postagem alguns links que julgamos interessantes por suas informações, temas e atividades on-line. Alguns já estão na lateral direita do blog, na lista de sites, e outros foram acrescentados para que sejam conhecidos por vocês que visitam e fazem uso de nosso blog. Esperamos que sejam bem aproveitados! Sempre que encontrarmos algo diferente, incluiremos nesta lista.


 Links interessantes

Por: Profº Cláudio Delfino

terça-feira, 19 de novembro de 2013


Dia da Consciência Negra


CONSCIENCIA NEGRA (CULTURA)
Dia Nacional da Consciência Negra 1 é celebrado em 20 de novembro no Brasil e é dedicado à reflexão sobre a inserção do negro na sociedade brasileira. A semana dentro da qual está esse dia recebe o nome de Semana da Consciência Negra.
A data foi escolhida por coincidir com o dia da morte de Zumbi dos Palmares, em 1695. O Dia da Consciência Negra procura ser uma data para se lembrar da resistência do negro à escravidão de forma geral, desde o primeiro transporte de africanos para o solo brasileiro (1549).
Algumas entidades como o Movimento Negro (o maior do gênero no país) organizam palestras e eventos educativos, visando principalmente crianças negras. Procura-se evitar o desenvolvimento do auto-preconceito, ou seja, da inferiorização perante a sociedade.
Outros temas debatidos pela comunidade negra e que ganham evidência neste dia são: inserção do negro no mercado de trabalho, cotas universitárias, se há discriminação por parte da polícia, identificação de etnias, moda e beleza negra, etc.
O dia é celebrado desde a década de 1960, embora só tenha ampliado seus eventos nos últimos anos.

Alguns jogos e atividades online sobre o tema. Aproveitem!


POSTADO POR: Professor Cláudio Delfino 

quinta-feira, 14 de novembro de 2013

15 DE NOVEMBRO: PROCLAMAÇÃO DA REPÚBLICA

Leia o texto e saiba mais sobre essa importante data da história de nosso Brasil.

Proclamação da República

No dia 15 de novembro é feriado nacional. Além de ser um ótimo dia para dormir um pouco mais tarde, brincar com os amigos e jogar videogame, nessa data é comemorado o dia da Proclamação da República. Porém, você sabe o que é e como foi esse importante evento do nosso país? Confira o especial que preparamos.

Dom Pedro I e Dom Pedro II, imperadores do Brasil na Monarquia.
Há mais 123 anos, o formato de governo regente no Brasil era a Monarquia. Isso quer dizer que apenas uma pessoa, chamada de rei ou imperador, tinha o direito de tomar as decisões que eram importantes para o rumo do nosso país. O principal problema era que o cargo de monarca era passado de pai para filho, sem o direito de escolha do novo governante pelo povo, como acontece nos dias atuais. Isso quer dizer que, quando o rei morresse, um dos seus filhos assumia o trono, mantendo o controle da nação concentrado apenas em uma família durante várias gerações. Além de tudo isso, a família real geralmente governava o país levando em consideração apenas seus próprios interesses, ignorando a população.
O tempo ia passando e o nosso país ia se desenvolvendo, ficando cada vez mais rico e forte. No final da década de 1880, o império brasileiro, comandado por Dom Pedro II, estava em crise. Muitas pessoas, de diversas classes e setores sociais do nosso país, estavam insatisfeitas com a forma de como o imperador governava o Brasil. Os brasileiros daquela época acreditavam que a presença de um regime não democrático poderia comprometer o futuro da nação. Assim, várias pessoas se reuniram no Brasil inteiro para apoiar e idealizar a adoção do regime republicano em nosso país. Elas queriam o direito de escolher seus governantes, que ficariam por um tempo limitado no poder até a realização de uma nova eleição. Além da grande insatisfação do povo brasileiro, a assinatura da Lei Áurea pela Princesa Isabel, que libertou os escravos do trabalho forçado, fez o império brasileiro balançar de vez. As coisas começaram a ficar feias para o imperador Dom Pedro II porque ele perdeu o apoio dos grupos mais conversadores da sociedade brasileira que, na época, eram a base que sustentava a monarquia e maiores beneficiados da mão de obra escrava.

Deodoro da Fonsceca, o marechal que proclamou a república no Brasil.
Assim, no dia 15 de novembro de 1889, os militares, comandados pelo marechal Deodoro da Fonseca, aplicaram um golpe que acabaria com o regime monárquico. Segundo nossas pesquisas, Deodoro entrou no quartel General do Exército no Rio de Janeiro e pôs fim no último gabinete do Brasil Imperial, demitindo os integrantes do conselho de ministros e seu presidente. Na mesma noite, o marechal assinou o manifesto que proclamaria a república e iniciava um novo governo com ele como o primeiro presidente da república do Brasil. A família real ia embora para Portugal três dias depois e o sonho de ter um Brasil republicano finalmente se consolidava.



~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
Alguns jogos e atividades online sobre o tema. Aproveitem! 
Quiz Proclamação da República
Jogo da memória
História do Brasil em quadrinhos
Por: Profº Cláudio Delfino

Obrigado pela visita! Volte sempre!


.:Deixe sua mensagem aqui com sugestões, críticas (construtivas... é claro!) ou simplesmente um oi!:.

.::Recados aqui!::.

Tenha as melhores animações!